Festival de Capoeira no Colégio Notre Dame

O Colégio Notre Dame realizará no próximo dia 26 de agosto, a partir das 10h30,  o IV Festival e Troca de Cordão para alunos do Período Complementar e Regular.
Mais de 100 alunos participarão do evento que é organizado pela Coordenação de Esportes do Colégio em parceria com os Mestres de Capoeira João Cunha e Manoel Guizzi.

A capoeira ou capoeiragem é uma  expressão cultural tipicamente brasileira, desenvolvida por descendentes dos povos africanos trazidos como escravos, que une  arte marcial, esporte, cultura popular e música.

As rodas de capoeira muito difundidas na Bahia ganharam espaço ao longo dos anos em muitos outros estados brasileiros. A modalidade tem ganhado notoriedade e já é praticada em academias e também nas escolas públicas e privadas .

Em 26 de novembro, a UNESCO declarou que a Roda de Capoeira é Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade.

O batizado ou troca de cordão  é  a cerimônia solene em que o praticante recebe dos mestres sua graduação, que indica o nível em que está o capoeirista.

A graduação pode ser identificada pela cor do cordão.  De acordo com a Confederação brasileira de Capoeira, a graduação  Infantil  (até 14 anos) —  irá acompanhar as cores da graduação básica, porém metade da corda possui a cor cinza.

Graduação básica adulta (a partir de 15 anos)

  • Iniciante: sem corda ou cordão na cor cru.
  • Batizado: verde
  • Graduado: amarelo
  • Avançado: azul
  • Intermediário: verde e amarelo
  • Adiantado: verde e azul
  • Estagiário: amarelo e azul

Não existe roda de capoeira sem canções animadas por atabaques, berimbau,  pandeiros, agogô e ganzuá. As músicas embalam  a ginga, movimento básico, são típicas e podem ser acompanhadas por palmas para marcar os movimentos do capoeirista.

 

Publicado por Colégio Notre Dame Rede Azul em Quarta-feira, 5 de outubro de 2016